Hipersensibilidade no Autismo

Ao longo dos anos, muitos estudos vêm comprovando que a maior parte das pessoas do TEA apresentam hipersensibilidade, o que os torna mais sensíveis aos estímulos sensoriais que o corpo humano recebe diariamente. Mas de onde vem a hipersensibilidade no espectro autista?


Durante a gestação, entre o quinto e o nono mês, o corpo realiza um processo de lapidação de informações genéticas, nesse momento, o cérebro da criança já está pronto, mas existe um excesso de neurônios que precisa ser eliminado pelo organismo. No caso das crianças com TEA, esse excesso não é eliminado e a criança nasce com uma quantidade de neurônios superior aos que a mente humana precisa.


Esse excesso de neurônios cria uma espécie de comunicação atrapalhada na mente, pois a pessoa com TEA sente tudo com mais intensidade em relação às outras pessoas. O nosso sistema sensorial serve para captar os estímulos do ambiente e levar até o cérebro, para que possamos responder em forma de comportamento, no caso do autismo os estímulos chegam à mente com mais força desencadeando reações comportamentais exageradas, o que os faz reagir de maneira inadequada para a situação.


Às vezes, o que parece uma “birra” na verdade é uma resposta a determinados estímulos, como as pessoas do espectro austista têm a percepção sensorial mais aguçada, o que parece um simples toque pode ser sentido com mais força, e causar dor e desconforto. A agitação na pessoa com TEA é uma consequência da hipersensibilidade, sons e luzes são mais intensos, e podem provocar incômodo e inquietação, por isso é muito importante observar bem o comportamento do autista em situações cotidianas, reparando ao máximo no que pode ou não ser um estímulo sensorial negativo, desta forma, pode-se evitar crises e gerar uma maior sensação de bem-estar.



Fontes:

Autismo sensorial: como lidar? - Ana Beatriz Barbosa

Transtorno do processamento sensorial no autismo: o que é e o que fazer? - Maria Claudia Brito

Hipersensibilidade ao toque - Thiago Lopes, Instituto Farol


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Síndrome de Asperger surgiu devido ao psiquiatra e pesquisador austríaco Hans Asperger, sua história possui algumas vertentes pelo fato da sua descoberta ter sido feita com estudos no período nazist